Cecília Ferreira, a cientista de Eterna | Bianca Sousa | Site Oficial

Cecília Ferreira, a cientista de Eterna

Decidida e guerreira, desde muito cedo, Cecília Ferreira teve de aprender a se virar. Perdera o pai aos 10 anos e a mãe quando estava para atingir a maioridade. A morte marcou a vida de Cecília, deixando cicatrizes profundas.

Talvez por isso, a obsessão em driblá-la. Resolveu então se dedicar à ciência. Racional e concisa. Não tinha surpresas. Apenas descobertas. Graduou-se em química, especializou-se em bioquímica e fez mestrado em biologia molecular. Conseguiu o emprego dos sonhos em uma cidadezinha chamada Venturado, interior de São Paulo, onde chefiava o departamento de novas drogas contra doenças. Tudo isso foi recompensa por tanto esforço e dedicação.

Com o tempo, aprendeu a ser feliz à sua maneira. Vivia para o trabalho e isso alimentava sua alma. Entretanto, às vezes, sentia um vazio enorme no peito. Quando isso acontecia, mandava a tristeza ir embora! Saia a noite com a amiga Mari para abstrair. Afinal, era também humana! E como tal, não conseguia ser uma ilha. Às vezes sentia falta de alguém para chamar de seu.

Soa familiar, não?

A maioria dos homens têm medo de mulheres inteligentes. A maioria dos homens têm medo de mulheres independentes e fortes. A maioria deles não valem à pena.

O "Cara" certo não terá medo - nem de você e muito menos do que sua força representa. O "Cara” certo não se sentirá menos por ver que a mulher que ele ama é incrível. Pelo contrário, ele a admirará.

Cecília sabia disso e quando o amor de sua vida apareceu, era além de qualquer expectativa. Era maior, mais belo e eterno.

Gosto de dizer que Cecília é uma personagem forte. Além de superar todas as dificuldades e perdas, nunca se deixou abater por muito tempo. E o mais importante de tudo: aprendeu que com amor tudo é possível.

Sinopse do livro "Eterna: o som do amor"



UM AMOR QUE NEM A MORTE PODE SEPARAR.

Bernardo Milano é um violoncelista talentoso que tem sua vida arrancada de forma abrupta: é assassinado no dia de sua estreia como solista no Theatro Municipal de São Paulo.

O crime choca todo o país, em especial a cientista Cecília Ferreira que sem saber, faz um trato com uma entidade voodoo. Bernardo desperta de seu túmulo, mas o milagre vem acompanhado de uma maldição: se de dia ele vive, à noite sua verdadeira face cadavérica é exposta.

Contra todas as (im)possibilidades, Cecília e Bernardo recebem do destino uma segunda chance. Conseguirão burlar a morte e fazer com que esta não se revele um caminho sem volta?





Bianca Sousa

Escritora. Fantasia e Romance. Autora de "Eterna: o som do amor", "Eternamente sua", "O canto do cisne" e "O dia que o Sol não nasceu".

2 comentários:

  1. Que linda e que ar determinado tem a Cecília! Aprovei a escolha!

    ResponderExcluir

Ei, obrigada por passar aqui!