Mulheres Inspiradoras: Hedy Lammar | Bianca Sousa | Site Oficial

Mulheres Inspiradoras: Hedy Lammar

Inauguro aqui no site a série: Mulheres Inspiradoras!


Ultimamente temos vivido tantas situações de retrocesso na sociedade brasileira que é necessário um respiro para descansar a alma.

Este post é um convite para se inspirar. Vamos conhecer a história de Hedy Lammar, nome artístico de Hedwig Eva Maria Kiesler, austríaca radicada nos Estados Unidos.

~

Hedy era atriz e inventora. Nasceu em 1914 e ficou conhecida em 1933 por conta do filme Êxtase onde aparecia nua e fazendo cena de sexo com direito a closes de orgasmos. Chocou a sociedade! Risos. Ela continuou seu trabalho como atriz e foi considerada a mulher mais linda de toda a Europa.

Mais tarde casou-se com um milionário do ramo de armas que era simpatizante e adepto do nazismo (mesmo ambos sendo judeus). Não bastasse isso, ele era controlador e não a deixava sair de casa. Gastou rios de dinheiro para destruir todos os filmes onde ela aparecia nua. Então um dia, Hedy decidiu fugir dessa vida horrorosa que teria pela frente. Com a ajuda de um empregado, ela drogou o marido para que pudesse fugir e ir encontrar refúgio nos Estados Unidos onde continuou seu trabalho como atriz, conheceu seus futuros maridos (ela teve 6 ao todo. Nunca desistiu de amar, a moça!) e o mais legal vem agora: ela inventou o sistema que serviu de base para os celulares.

Durante a Segunda Guerra Mundial, criou um sofisticado aparelho de interferência em rádio para despistar radares nazistas e o patenteou em 1940, usando o seu verdadeiro nome, Hedwig Eva Maria Kiesler. Somente em 1962 que a ideia passou a ser utilizada por tropas militares dos EUA em Cuba.

~

Hedy foi uma mulher à frente de seu tempo. Atuou de corpo e alma e não se intimidou com as críticas, nem desistiu de si mesma quando se viu casada com um monstro. Fugiu para procurar a própria felicidade e encontrou do outro lado do oceano. Casou 6 vezes, fez diversos filmes e um invento maravilhoso que serviu de base para os celulares que conhecemos hoje.

Hedy fez história, sobreviveu e viveu lindamente.
Um brinde à ela!

Fonte: Wikipédia

Bianca Sousa

Escritora. Fantasia e Romance. Autora de "Eterna: o som do amor", "Eternamente sua", "O canto do cisne" e "O dia que o Sol não nasceu".

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ei, obrigada por passar aqui!